Transformar a minha casa num aeroporto de drones? Sim, consegui!

Muitos estudantes, quase a a terminar os seus cursos nas áreas de engenharia e tecnologia, gostavam de ter a oportunidade de desenvolver a sua tese em torno de tópicos inovadores e de tecnologia avançada, como é o caso dos drones. Para concretizarem este objetivo, alguns empenham todos os seus esforços para se juntarem a empresas com equipas de R&I (Research & Innovation), capazes de os ajudar financeiramente e a concretizar a tese com a partilha de conhecimento especializado na área. Eu sei porque, enquanto recém-graduado em engenharia, também me é uma experiência muito familiar. No entanto, a minha história teve um final feliz…

Fui um dos candidatos contratados pela equipa de R&I da Capgemini Engineering, com os objetivos de poder investigar e desenvolver algoritmos a ser testados num caso de estudo de drones. No entanto, nunca imaginei que, por causa de uma pandemia mundial, teria que desenvolver a componente prática da minha tese, incluindo os testes de voo com os drones, em minha casa, sozinho e remotamente. Este foi o início da minha história com a Capgemini Engineering em Portugal. 

O meu primeiro contacto com a equipa de R&I da Capgemini Engineering foi em outubro de 2019 e, logo de imediato, fiquei entusiasmado com a oportunidade de poder usar drones (reais) para testar os resultados da minha tese, o que me permitiu adicionar valor prático ao meu trabalho. Mas… após alguns dias de trabalho nos escritórios, chegaram as notícias do começo da pandemia Covid-19 e, com elas, a necessidade de trabalhar completamente a partir de casa. Estas notícias tiveram um impacto profundo no planeamento que já tinha executado para desenvolver a minha tese, porque não teria a possibilidade de executar os testes de voo com os drones nos escritórios, que era o meu plano inicial.

Felizmente, a Capgemini Engineering Portugal e a minha equipa de R&I ajudaram-me a encontrar soluções que me fizessem ultrapassar este desafio repentino e, foi, nesse momento, que nos surgiu a ideia de transformar a minha casa num “aeroporto de drones”, para testar a trajetória de voo, descolagem e aterragem dos drones.

Após um longo período de desenvolvimento, testes e demos ao vivo a partir do meu quarto, foi-me possível fazer os testes de voo nos escritórios, o que me deu mais espaço e um ambiente mais controlado para atingir os meus objetivos de investigação. No entanto, todas as reuniões e interações com a minha equipa continuaram a ser online.

Concretizar este processo não foi nada fácil, mas a ajuda dos meus colegas fez toda a diferença e foi crucial para concretizar os objetivos da minha tese, ao promoverem um ambiente de colaboração continua e terem reconhecido os esforços do meu trabalho remoto e em percorrer o extra mile pelo projeto. E estes são agora os valores que fazem parte do meu dia-a-dia de trabalho.

No fim, todos os desafios valeram os esforços que todos fizemos. A tese teve um excelente feedback por parte dos meus professores e responsáveis da Capgemini Engineering Portugal. Os resultados também me deram a oportunidade de participar na conferência internacional IEEE de robótica e intelligent systems – ICRAI – em 2020, uma participação que fiz, também, remotamente. O que gostava de destacar é que, apesar de todos os desafios e incertezas que a pandemia Covid-19 nos trouxe, em conjunto com a minha equipa, trabalhámos para reinventar as nossas atividades, pois a vontade de ultrapassar obstáculos era muito superior.


Autor(es)

                                                         

Matheus Sanches
Engineer na Capgemini Engineering Portugal

Um recém-engenheiro eletrotécnico a exercer funções de engenheiro junior em R&I, nomeadamente a explorar conceitos e novos algoritmos para a Mobilidade Aérea Urbana. Experiência na programação de sistemas embarcados baseados em RTOS, programação em Python para módulos de segunda geração do Robot Operating System (ROS2) e implementação de algoritmos anti-colisão para UAVs. Matheus tem, ainda, experiência como técnico de manutenção elétrica industrial e possui conhecimentos em sistemas industriais de controlo e medição de caudal, pressão, nível, temperatura e na sua instrumentação inerente.